Os frameworks front-end simplificam a vida para os desenvolvedores. A cada dia são criadas novas ideias e completo CSS que facilita o desenvolvimento de projetos web. A vantagem de usar estes frameworks é que eles são 100% universais, e têm a capacidade de funcionar em qualquer plataforma hospedeira de site ou app mobile.

Todos os elementos do material design são responsivos, portanto, você não precisa fazer nem uma aplicação no CSS, para que o site ou app se adapte ao tamanho da tela dos dispositivos usados para acessar o mesmo.

Outro ponto importante é que muitos deles são compatíveis com a maioria dos navegadores, incluindo o Google Chrome, Mozilla, Internet Explorer, Opera, Safari e etc. Apesar desses materiais design oferecerem suporte para a maioria dos navegadores, o carregamento da página ainda continua com um desempenho muito bom.

Neste artigo apresento os três melhores e mais populares frameworks. Todos eles serão colocados em ordem alfabética, menos o Materializecss, pois este material design tem um diferencial em especial por se destacar dentre os demais.

Materializecss

Eu como administrador do Inside Block, considero o Materializecss o melhor frameworks para se desenvolver quaisquer projetos web, e o considero por dois motivos:

O Materializecss foi desenvolvido por uma equipe de quatro estudantes da Universidade Carnegie Mellon, todo o material foi reescrito do zero, seguindo exemplos do Bootstrap, porém muito leve e com alguns componentes a mais, o material é compatível com os navegadores mais populares do mercado atual, incluindo a compatibilidade para diversas plataformas como Windows, MacOS, Linux, Android, iOS e outros. O framework pode ser usado tanto para o desenvolvimento de sites quanto para o desenvolvimento de aplicativos.

Site oficial: Materializecss

Bootstrap

O Bootstrap é o framework mais popular entre os desenvolvedores. Desenvolvido pelo Twitter foi um dos primeiros materiais design criado para seguir o conceito de sites que se adaptam em telas pequenas, sem a necessidade de desenvolver quaisquer aplicativos para dispositivo em específico. Com o Bootsrap é possível criar de tudo, desde website a aplicativos para dispositivos móveis e desktop, o mesmo é compatível com várias plataformas e navegadores.

Site oficial: Bootstrap

Google Design

O Material Design é um sistema unificado que combina teoria, recursos e ferramentas para a elaboração de experiências digitais, criado pela Google, tem como objetivo focar em novos conceitos de cores, animações e aplicações voltados para os produtos da própria desenvolvedora (Google).

O material design do Google tem um grande conjunto de ferramentas e documentações que facilitam o desenvolvimento de qualquer projeto digital, como o Google Fonts, Matéria Icons, Tabela de cores, Polymer, entre outros.

Site oficial: Google Design

Files .min e Sass

Geralmente os desenvolvedores desses frameworks disponibilizam duas opções do material design (.min e Sass). O arquivo .min é o material design completo em um único arquivo. Com o .min você não consegue separar apenas as funções ou elementos que serão usados em um projeto, por isso você terá que usar do jeito que está, agora com o arquivo Sass, já é possível fazer essa separação e usar apenas o que for necessário.

Conclusão

Os materiais design apresentados neste artigo são de código aberto e o uso é livre para todos os usuários, eles podem ser incorporados em qualquer sistema e/ou plataforma, vem acompanhados de documentação de fácil interpretação, que pode ser aplicada em projetos digitais até mesmo por pessoas sem experiência em programação.

Informe um elogio, reclamação, erro ou denúcia!

#Tags: dicas front-end dev

#compartilhe

Ediano Silva Santos

Fundador do Inside Block; Administrador Geral; Desenvolvedor Web e Criador de Conteúdos.

Apaixonado por tecnologia; Criador dos projetos multicamada.com, insideblock.com e desenvolvedor de Front-End.

Luciana Fabiano

Bacharel em Gestão Ambiental; Técnica em Informática para Internet.

Como integrante da equipe do Inside Block defende um espaço digital com o objetivo de promover a inclusão social digital.